quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

"Estrelas além do tempo" retrata personalidades escondidas na NASA durante a corrida espacial


Baseado em fatos reais, o filme "Estrelas além do tempo" (2016), do diretor Theodore Melfi (Um santo vizinho), ganhador do SAG 2017 de Melhor Elenco e indicado em 3 categorias ao Oscar -  Melhor Filme, Roteiro Adaptado e Atriz Coadjuvante para Octavia Spencer - , retrata uma história até então desconhecida, de três mulheres negras que foram fundamentais na NASA. No burburinho da corrida espacial entre Estados Unidos e União Soviética, com as revoluções e transformações da década de 1960 em pleno vapor, essas três calculistas Dorothy Vaughn (Octavia Spencer), Mary Jackson (Janelle Monáe) e Katherine Johnson (Taraji P. Henson), buscaram exercer suas habilidades, em um ambiente de trabalho de predominância masculina e branca, no sul dos Estados Unidos.

Na trama baseada em fatos reais, Dorothy lidera um grupo de mulheres negras dentro da NASA que ficam escondidas em um escritório escuro analisando dados. Dentre elas, destacam-se Mary e Katherine, a primeira possuí a mente de uma engenheira, mas devido à sua cor, não pode frequentar o curso de formação. Já a segunda, dispõe de um habilidade extraordinária com números e equações matemáticas. Tamanha sua capacidade, que Katherine obtém o trabalho temporário de fazer parte do time de profissionais - homens brancos -, liderados por Al Harrison (Kevin Costern), para lançar o astronauta John Glenn em órbita.

O filme expõe a trajetória de superação dessas três mulheres, em meio à dupla discriminação - gênero e raça. Cada uma delas, buscam provar suas potencialidades no ambiente de trabalho e, cuidar da casa e da família. A cada atitude de preconceito ao qual são submetidas, mesmo com olhares cabisbaixos e vozes suaves, elas tentam ser ouvidas. Perante o sonho de lançar um homem no espaço, ser a primeira nação a conseguir tal feito, Dorothy, Mary e Katherine, também querem quebrar padrões e serem as primeiras em algo na sociedade americana. 

Os fatos reais - com imagens jornalísticas da época -, focada nas três jornadas, é realizado de um modo um tanto quanto romântico, sem aprofundar-se nas questões políticas da época envolvendo as lutas de direito aos negros. O papel de "suposto" herói, converte-se no personagem de Al Harrison, ao intervir na discriminação aos negros, dentro na NASA. Como fica evidente, em um de seus diálogos, ao destruir uma placa de banheiro com a inscrição "negros", dizendo: "Aqui na NASA, todos mijam a mesma cor". 

As três atrizes Octavia Spencer, Taraji P. Henson e Janelle Monáe, estão em perfeita sintonia em suas atuações, cada qual com suas peculiaridades. Destaque para a contagiante trilha sonora, assim como, a fotografia, que apresenta pequenos nuances de contraste de coloração, para os espaços privados dos negros e, os dos brancos.   Sem sombra de dúvida, o longa-metragem comove e conquista o coração de milhares de espectadores com essa história de luta e superação, pautada pela sutileza da delicadeza e perseverança.
CineBlissEK



Ficha técnica: 

Estrelas além do tempo (Hidden Figures)
2016, Estados Unidos
Direção: Theodore Melfi
Roteiro: Allison Schroeder, Margot Lee Shetterly, Theodore Melfi
Produção: Donna Gigliotti, Jenno Topping, Peter Chernin, Pharrell Williams, Theodore Melfi
Fotografia: Mandy Walker
Montador: Peter Teschner
Elenco: Octavia Spencer, Taraji P. Henson, Janelle Monáe, Kevin Costern, Kirsten Dunst, Jim Parsons, Mahershala Ali.

6 comentários:

  1. Ola!Gostei do seu site, excelente conteúdo, boas matérias,vc está de parabéns!. Bem eu também tenho um site com o mesmo conteúdo, gostaria de fazer uma parceria com o seu site,seria uma honra. Caso interesse,
    Meu site Super atmosfera
    https://superatmosferaa.blogspot.com.br/
    Aguardando retorno. Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Olá Filipe!
    Fico feliz pela visite ao blog e pelo comentário. Muito obrigada!
    Podemos conversar melhor sobre essa parceria, pois tenho interesse. O que você tem em mente?
    Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. ola Erika, perdoe-me pela demora,o meu plano é unir blogs com temas sobre filmes,séries, livros e musica,dessa forma levar ao publico um conteúdo mais completo, porque já conversei com outros blogs mas sempre tem aquela rivalidade, algo que eu não me interesso muitos. Por favor me mande um email Superatmosfera0@gmail.com para conversarmos mais sobre o assunto da parceira e também tenho outra ideias. Obrigado

      Excluir
  3. Amei a trama porque conta a história de três mulheres negras e sua ascensão dentro da NASA enquanto lutam contra todos os problemas da segregação racial e do machismo que faziam parte do cotidiano geral no início dos anos 60. Eu amo ler livros, cada um é diferente na narrativa e nos personagens, é bom que cada vez mais diretores e atores se aventurem a realizar filmes baseados em livros. Também adorei 7 Minutos Depois da Meia Noite é um dos melhores filmes sobre livros, porque tem toda a essência do livro mais sem dúvida teve uma grande equipe de produção. É muito inspiradora, realmente a recomendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Emma,
      Muito obrigada pela visita!
      Eu também gostei muito do filme ter abordado uma história que poucos tinham conhecimento. Ainda não tive oportunidade de assistir "7 minutos depois da meia noite", mas assim que possível quero conferir.
      Abs

      Excluir