terça-feira, 30 de setembro de 2014

Em "Fale com ela" a pergunta é: O que fará com sua vida ao despertar?




Quando fui morar em São Paulo em 2009 meu primeiro curso de cinema foi no Espaço Itaú de Cinema na Rua Augusta com a professora Ana Figueiredo chamado "Mito, cinema e a arte de contar" não tinha a mínima ideia do que poderia ser, mas após esse encontro nunca mais fui a mesma. Ana durante todo o curso fez menções ao seu mestre o estudioso Joseph Campbell, a partir dessa introdução busquei mais informações e aprofundei nos estudos da jornada do herói e mitologia tão difundidos por Campbell.

Cinco anos depois encerro meu ciclo em São Paulo com mais um curso da Ana chamado "O que amo quando amo alguém em especial", as aulas são de sábado de manhã no Espaço Itaú de Cinema e vai até o final de dezembro. A aula que ocorreu no último sábado foi maravilhosa e como não poderia deixar de faltar ela fez uma análise do filme "Fale com ela" do diretor espanhol Pedro Almodóvar.

"Fale com ela" lançado em 2002 retrata o estado de coma e o despertar para a vida e o amor. Marco (Darío Grandinetti) e Benigno (Javier Cámara) no início do filme estão em um teatro assistindo à apresentação de dança de Pina Bausch (Cafe Muller) e não imaginam que suas vidas irão se cruzar de uma forma inesperada. Como a própria dança mostra o estado adormecido de pessoas, algo semelhante ocorre na vida de Marco que chora a todo momento, mas sente arrepio ao ouvir a música de Caetano Veloso, como se estivesse em coma para com sentimentos profundos que o desperte para o amor. Mas esse chamado surge quando ele conhece a toureira profissional Lydia (Rosario Flores) que traz em sua bagagem pessoal um fim de relacionamento complicado mas aberta ao novo caso amoroso. Contudo Lydia após sofrer um acidente grave em uma tourada entra em estado de coma e é hospitalizada no mesmo hospital que trabalha Benigno, acasos da vida.

Benigno um enfermeiro extremamente dedicado cuida há quatro anos de uma jovem dançarina Alicia (Leonor Watling), seus cuidados intensos para com a paciente logo demonstra seu amor platônico por ela assim como uma certa obsessão. Nos corredores do hospital esses dois homens se encontram novamente e a partir desse encontro uma amizade surge entre eles. Benigno ajuda Marco a falar com Lydia mesmo em estado de coma, mas além disso o conduz para o despertar, para como amar.

Após ir à uma sessão de cinema mudo em um dos seus poucos dias de folga Benigno ao cuidar de Alicia se comporta de uma forma que gera consequências para ambos (não entrarei em questões éticas ou morais do ocorrido). O ato faz de Benigno um prisioneiro e Alicia renasce, o despertar para a vida novamente, como se o enfermeiro tivesse a despertado e ela feito o parto de sua própria vida.

Marco ao saber da prisão de Benigno vai ajudá-lo, sem apartamento em Madri este aluga o lugar que o enfermeiro havia herdado de sua falecida mãe e preparado para Alicia. Quando entra no apartamento Marco observa da janela as aulas de dança, assim como Benigno fazia para ver a jovem bailarina Alicia dançar.

O diretor nesse filme novamente traz na fotografia tons quentes (vermelho, laranja) cores da paixão, do sangue, para mostrar que o amor é dor, morte, sofrimento. Assim como no quarto de Alicia havia luminária com gotas de fluídos, no ato polêmico do filme Pedro usa da mesma concepção, simplesmente genial. 

Mais detalhes é como estragar o desfecho dessa belíssima história de amor. Como todo melodrama utiliza da música para acentuar o drama, neste filme a trilha sonoro é uma homenagem ao Brasil, com Elis Regina e apresentação em uma das cenas de Caetano Veloso cantando a canção de Tomaz Méndes "Cucurrucucu Paloma".

Como disse Ana Figueiredo o filme começa com cenas da apresentação de Pina Bausch mostrando a condição de pessoas adormecidas e termina com uma dança em celebração da vida e do amor.

CineBlissEK



Curiosidades:
  • O diretor Pedro Almodóvar será o homenageado esse ano na Mostra de Cinema de São Paulo;
  • Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original de 2003;
  • Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro de 2003;
  • Participação de Caetano Veloso em "Fale com ela", com a música "Cucurrucucu Paloma":


Ficha Técnica:

Fale com ela (Hable con ella)
2002, Espanha
Direção: Pedro Almodóvar
Roteiro: Pedro Almodóvar
Produção: Agustín Almodóvar
Fotografia: Javier Aguirresarobe
Elenco: Darío Grandinetti, Javier Cámara, Rosario Flores, Leonor Watling

Nenhum comentário:

Postar um comentário