sexta-feira, 20 de junho de 2014

O chamado para aventura do CineBliss



O cinema alimenta a alma de seus amantes há mais de 100 anos, cada apaixonado pela sétima arte busca nesta expressão artística uma forma de se identificar com as imagens que perpassam a tela. Com suas histórias conectadas com o imaginário de cada cultura, o cinema não possui barreiras, atinge tudo e a todos por simplesmente se caracterizar por uma linguagem possível de entendimento em cada um de nós.

Quando eu penso sobre a sétima arte é como se uma dose de adrenalina passasse por todo meu corpo, liberando uma energia profunda de curiosidade e paixão para assistir à um filme. Como se eu abrisse meu coração para sentir e viver todo o desenrolar da história e me permitir identificar-se com as personagens.

Com essa paixão pelo cinema surgiu a vontade de buscar mais conhecimento e entendimento, o que me levou para outra vertente, o lado mitológico dos filmes, não focado apenas nas estruturas técnicas, mas o além, nuances que os grandes diretores expressam em suas obras de uma forma delicada e sutil.

A mitologia no lado cinematográfico foi principalmente influenciada pelo pesquisador Joseph Campbell, cujas pesquisas analisou mitos de muitas culturas para chegar a conclusão de que todos os heróis passam por rituais parecidos, aos quais não são diferentes dos heróis cinematográficos que também recebem o chamado a aventura, enfrentam os desafios, fazem aliados, são postos a prova para no final retornarem ao lar transformados pela jornada. Esta jornada do herói pode se basear numa viagem interior, reencontro com o feminino, reconciliação com o pai, salvar o mundo, entre outros.

Um dos maiores exemplos da jornada do herói aplicada no cinema é a saga "Star Wars", em que o diretor George Lucas com base no livro "O herói de mil faces" (1948),  de Joseph Campbell, mostra aos espectadores os estágios da jornada do personagem Luke Skywalker (Mark Hamill). Desde seu chamada a aventura, os aliados que encontra pelo caminho, a ajuda do mentor com sua sabedoria e o desafio de enfrentar o vilão Darth Vader. Na maioria dos filmes é possível identificar a jornada do herói.

Com esses dois elementos cinema e mito, busco inspiração para escrever esse blog e divagar sobre o universo mitológico e cinematográfico que são a minha grande paixão. Espero ter leitores que contribuam com suas sugestões, críticas e comentários, pois através da troca de informações que poderei aceitar o meu chamado e realizar essa jornada cinematográfica.

Bem-vindos ao CineBliss.

Nenhum comentário:

Postar um comentário